Por trabalhar na Justiça Eleitoral, evito citar nomes de políticos e/ou partidos políticos brasileiros (embora eu pudesse fazê-lo sem problema algum, pois sou um cidadão como outro qualquer: o Código de Ética do TRE/RJ não tem vedação nesse sentido, porque o fato de ser servidor público não retira minha liberdade de expressão).

domingo, 5 de maio de 2013

O time da estrela indiscutível

O Botafogo sagrou-se campeão carioca mostrando aos rivais - principalmente ao meu Vasco, que se acovardou na decisão da Taça Guanabara - como se deve jogar uma decisão: mesmo tendo a vantagem do empate, partiu para cima do Fluminense e foi o campeão indiscutível de 2013.

Com um time que tem o superastro Seedorf, o competente treinador Oswaldo Oliveira e vários bons jogadores como Jefferson, Renato, Andrezinho, Fellype Gabriel e Lodeiro, o campeão soube mesclar a experiência e a juventude de seu plantel, jogando um futebol objetivo e bonito durante todo o torneio e por isso mereceu as três taças do Estadual 2013: parabéns a todos os botafoguenses!

Um comentário:

  1. Alex Ribeiro Cabral7 de maio de 2013 08:32

    Ressalta-se que o fla terminou como vice. Afinal é o segundo na soma geral de pontos. Mais um para a coleção deles.

    ResponderExcluir

Este é um blog de opiniões.
As postagens não são a tradução da verdade: apenas refletem o pensamento do autor. Os escritos podem agradar ou desagradar a quem lê: nem Jesus Cristo agradou a todos...

Eu publico opiniões contrárias à minha, sem problema algum. A não ser que eu o faça expressamente, o fato de liberar um comentário não quer dizer que eu concorde com o escrito: trata-se apenas de respeito à liberdade de expressão, que muito prezo.

Então por gentileza identifique-se, não cite nomes de políticos nem de partidos políticos brasileiros, não ofenda ninguém e não faça acusações sem provas.

OBS: convém lembrar que a Constituição proíbe o anonimato. Assim sendo, não há direito algum para quem comenta sem assinar: eu libero ou não o comentário se achar que devo.